Viaje

Muita gente me pergunta quais os aplicativos e sites que eu mais uso quando vou viajar. Já usei muitos aplicativos que no fim não serviam para muita coisa. Até hoje nunca encontrei um simples que sirva para planejar a viagem, porém, tem alguns que eu sempre uso e outros que passei usar recentemente e ajudam muito toda vez que viajo ou estou planejando uma viagem.

 

1. Google Maps: É sem dúvida o aplicativo de mais importância no iPhone de um viajante. O melhor de tudo, ele funciona sem internet. Nem sempre tenho internet no lugar que estou visitando, então quando estou no hotel, eu abro o Google maps, ele carrega o mapa da cidade e o GPS funciona sem precisar de internet. É a forma que eu uso para nunca me perder e para me livrar de taxistas que gostam de fugir da rota.

google-maps-iphone-theverge-1_2040_large_verge_medium_landscape

 

2. Google Flights: Esta é uma ferramenta relativamente nova do Google que mostra todos os vôos e suas conexões. Muito legal se você quer saber como chegar de um lugar ao outro e não conhece as companhias aéreas do local. Depois de pesquisar, você pode comprar o ticket ou ir no site da própria companhia e comprar por lá. Existem outros sites que tem esta função, como o Decolar ou Expedia, mas o do Google é um pouco mais simples.

 

3. Booking.com ou Airbnb: Esses são os dois sites e aplicativos que eu mais confio e uso para reservar hotéis ou apartamentos. O Booking.com é maravilhoso, eles tem até atendimento em português. Uma vez eu estava fazendo uma bagunça com uma reserva e eles me ligaram perguntando se eu queria ajuda. Fiquei muito impressionado! O Airbnb é uma revolução já há alguns anos para aqueles que gostam de viajar e ficar alguns dias na mesma cidade e viver como um local. Tive ótimas experiências em Berlin, Tel Aviv e Ibiza.

airbnb-a8707ed9_original

 

4. Uber: O controverso fenômeno dos últimos tempos. Depois do Google Maps, talvez o site mais odiado dos taxistas. O Uber é um aplicativo de “carona”, ou de motorista particular, mas que na realidade é um taxi moderno. Você chama o carro pelo aplicativo e ele já te dá o valor estimado da corrida e debita no ser cartão. Além dos carros sempre serem bons, e ter uma garrafinha de água esperando por você, você pode acompanhar o carro no mapa do aplicativo e colocar as suas músicas no rádio do carro. É fantástico! Se você usar o código a seguir, terá R$ 35,00 reais de bônus na sua primeira corrida: danilor40ue

uber

5. InstagramPois nada melhor que compartilhar nossos momentos felizes com nossos amigos. E um filtro sempre ajuda!

 

printastic dubai

6. PrintasticEsse foi um aplicativo que me surpreendeu. Há muitos anos eu não mandava imprimir nenhuma foto, já que tenho todas as fotos online e não via serventia para imprimi-las. Porém, resolvi experimentar o aplicativo para fazer um livro das minhas melhores fotos, ficou lindo! Bateu toda aquela nostalgia de antigamente quando eu ia revelar o filme de “24 poses”. O album fica lindo, é super fácil de montar, customizável e eles enviam para o Brasil. Ideal para fechar com chave de ouro aquela viagem inesquecível. Olhem como ficou o meu! Dá pra fazer um álbum de até 200 páginas com 4 fotos por página. Depois que eu postei esta foto no Instagram, o aplicativo deu 10% de desconto pra quem usar este código: BLUE10

printastic livro de fotos

 

Claro que existe uma infinidade de aplicativos, porém estes são os que eu tenho usado ultimamente.  Alguém sugere algum aplicativo novo?

Esta semana uma colega chinesa tentou puxar papo comigo, perguntou como eram as pessoas nativas do Brasil.

– Em que sentido? Perguntei.

– Fisicamente. Respondeu ela.

Expliquei que o Brasil recebeu imigrantes de muitos países e que somos muito misturados.

– Não, as pessoas que já estavam lá.

– Ah! Eram índios! Tipo, índios americanos de filme.

– Não sei como são os índios americanos.

– São iguais a Pocahontas!

– Quem?! Não conheço essa menina.

Silêncio! Naquele momento percebi que o vôo, que era de 5 dias, seria mais longo ainda. Tentamos falar outros filmes, sobre Steven Spielberg e nada rolava. Deixei o assunto de filmes e cultura pop de lado, pois vi que não ia rolar. Falamos sobre mil outras coisas e foram 5 dias muito agradáveis.

Mesmo depois de tanto tempo, esses choques culturais ainda me surpreendem. Estou postando aqui, pois é sempre bom lembrar o que a própria Pocahontas me ensinou quando criança.

“Você acha que as únicas pessoas que são pessoas são as que parecem e pensam como você. Porém, se você seguir os passos de um estranho, aprenderá coisas que nunca viu”.

Ibiza é mundialmente conhecida por suas festas. Embora eu adore uma festa, a ilha nunca me atraiu pelo fato de eu não gostar de música eletrônica. Porém uma semana na ilha espanhola fez eu ficar de queixo caído. A balada é profissional. Eles praticamente vivem disso. Eu diria que Ibiza é a Disney World das festas.

pacha2

Tudo funciona! O ar condicionado é ótimo. Você não sua! Os ambientes são grandes, e a aparelhagem de som é perfeita. Filas? Não vi quase! Nem para entrar nas boates, para os banheiros ou se quer no bar. Comprar uma bebida, que normalmente é uma luta em boates normais, lá a interação com a moça do bar durava 30 segundos. Talvez pelo valor dos drinks, a fila era quase inexistente. As coisas são sim muito caras! A entrada da balada em Ibiza era em torno de R$ 180,00 reais e cada cerveja saía em torno de R$ 60,00 reais. Algumas mais baratas é claro!

Seguimos o conselho de todos que costumam ir a Ibiza, bebemos em casa todos os dias e na balada só retocávamos o nível do álcool. Olha o barzinho que montamos em casa:

veuve clicquo ibiza

Não fomos na alta temporada, talvez quando lote a coisa mude de figura, mas no geral não havia nada do que normalmente me irrita em balada.

Hed_Kandi_Ibiza_2010-600x250

Não é a toa que muitas boates pelo mundo tentam copiar Ibiza, outras apelam e até colocam o nome de Ibiza no nome. Mas dificilmente você verá o profissionalismo que vê por lá. Ibiza possui boates que já viraram franquias. Um exemplo é a famosa casa noturna Pacha. Entre outras cidades mundo, você encontra em São Paulo, Rio de Janeiro e brevemente em Dubai.

No vídeo que fiz ano passado após a viagem, coloquei um pouco de cada balada que fomos. A Pacha é a última que aparece, a festa era temática anos 60. Foi a balada mais incrível que eu já vi. As duas primeiras são a Ushuaia e a Amnesia.

E após o show da Beyoncé em Lisboa, um pequeno after party com as dançarinas dela no hotel.

IMG_0249

E aqui vai um post no blog no estilo “meu querido diário”.🙂

10013858_10154035750930601_477907171_n

Acho que todos que acompanham o blog, ou me seguem no Instagram, sabem que eu sou apaixonado pela Beyoncé. Esta última turnê fui a três apresentações: Em Nova Iorque, em Dublin e a última, ontem, em Lisboa. Nesta última, para fechar com chave de ouro, fui surpreendido logo no caminho do hotel. O motorista informou que a Beyoncé estava hospedada no mesmo hotel que eu iria ficar. Achei que ele estava tirando uma comigo. Durante o check-in perguntei ao recepcionista se era verdade. Ele disse que não podia dizer. Então, atrás de mim passa a Crissy Collins, uma das back vocals, chamadas de Mamas.

10155407_10152350086054532_1583456859_n

De cara não reconheci, só identifiquei pelo casaco. Puxei papo e ela se apresentou. Quase surtei, abracei, beijei e pedi pra tirar foto.

Mais tarde fomos ao show. Meu amigo Gustavo veio de Paris só para ir ao show comigo. E ainda trouxe um vinhozinho para abrir os trabalhos.

vinho portugal paris

IMG_0199-3

Dois outros amigos que moram em Portugal já estavam lá esperando pra ir.

beyonce portugal

O show, como sempre, foi lindo! Tinha até galera sendo vintage ligando isqueiro em meio a milhares de smartphones no momento da música lenta.

isqueiro

Depois do show, fomos perambular pelos bares de Lisboa. As 3h da manhã resolvemos voltar ao hotel. Chegamos e ouvíamos música alta. Convidei o Gustavo para dar uma checada para saber o que estava rolando. Para nossa surpresa, uma festinha dos dançarinos. Pensei que iriam nos barrar por estar ali. Que nada, nos chamaram para dançar. Super simpáticas e queridas fizeram até pose para a foto e queriam saber por onde andávamos até aquela hora.

Gravei um vídeozinho na hora e postei no Instagram. Está AQUI! E hoje ela postou um vídeo se despedindo da turnê. As meninas, que estão na foto comigo, mandam uma mensagem final no vídeo.

1173748_10154035755940601_867507007_n

tom daley

O saltador britânico, Tom Daley, estava no meu vôo vindo de Pequim para uma competição em Dubai. Claro que tietei! Deve ter sido o mais próximo que cheguei de alguém que namora um ganhador do Oscar!

Ele é super simpático. Fico uns minutos conversando e explicando o que tinha feito na China e os planos para Dubai.

Para quem não sabe quem é o Tom, dá o play no vídeo abaixo. Toda a turma do vídeo estava no vôo.

 

Há dois anos atrás eu fui ao show da Madonna em Abu Dhabi e uma coisa me tirou do sério. Um rapaz alemão de quase 2 metros de altura com um iPad na mão. Ele estava filmando todo o show. O problema que, além de ele ser muito alto, ele ficou com os braços levantados durante as 2h do show, a intenção era gravar o show inteiro. Não podia ser uma câmera, tinha que ser um iPad. Talvez para simplificar o compartilhamento nas redes sociais. Ontem, essa cena se repetiu, porém numa proporção maior. Durante o show da Beyoncé em Dublin, as pessoas não olhavam ao show normalmente, a maioria olhava através do display da câmera ou do iphone. Tirei esta foto abaixo para registrar.

beyonce cameras

Agora você pode falar, mas você também levou uma câmera. Sim! Mas eu tirei meia dúzia de fotos e fiz uns vídeos de 5 segundos só pra registrar que estive lá. O que me refiro são aquelas pessoas que filmam as duas horas de show. Eu me perguntou, por que não compram o DVD?

Durante o show, a Beyoncé desceu do palco, pegou na mão de alguns fãs. Um deles ela ficou uns 4 segundos segurando a mão dela, o menino ficou desesperado tentando ligar a câmera do celular, todo atrapalhado com uma mão só, enquanto ela segurava a outra, quase derrubou o celular e quando finalmente conseguiu ligar o celular, ela tinha ido embora. Ele nem olhou na cara dela! Cheguei a sentir uma mistura de raiva e pena. Ele tocou na mão da artista que ele tanto ama e não a viu.

É uma coisa tão irritante, pois demonstra aquela obsessão de registrar todos os momentos e não se vive mais. Alguns teóricos dizem que é o medo de esquecer das coisas, outros dizem que é registrar para esquecer, para não ficar guardando tanta coisa na cabeça. Eu já diria que é um exagero de exibição nas redes sociais. As pessoas não comem uma fatia de bolo sem tirar uma foto.

Olha quem está falando! Eu que sempre tiro foto de tudo e filmo tudo. Eu me vejo nessas situações as vezes, e também acho que eu deveria me impor mais limites, e estou me impondo.

Essa semana as rodas do avião explodiram, o avião parou deste jeito, evacuaram e ao invés da pessoa sair correndo, ela tira um selfie. Oi?!

photobomb

Eu posto muita coisa nas redes sociais, vídeos e fotos, não nego. Embora hoje em dia estou muito mais reservado. Talvez seja a reflexão que faço em cima do comportamento das pessoas que vejo por este mundo afora.

fotografar-para-esquecer

Existe tempo pra tudo! Há o tempo de registrar e o tempo de viver o momento. Existe a hora de apreciar o quadro da Mona Lisa por alguns segundos, e outro momento de ir até o Google e baixar a imagem do quadro, pois no final das contas, o que você vai fazer com uma foto da Mona Lisa super mal batida? Ou vídeo do show da Beyoncé todo mal gravado e o som estourado.

Há um limite! Eu ultrapasso, você ultrapassa… o problema é (não) viver em função disso.

 

Recebo vários e-mails, ou vejo que pessoas chegam até o blog buscando por festas e boates em Dubai. Eu costumo dizer que em Dubai você encontra de tudo um pouco e, já que as festas acabam cedo, tem festa quase todos os dias,

Há algumas semanas, um amigo que organiza uma festa brasileira aqui, a Brazilian Spirit, me chamou para eu documentar a festa naquela noite que seria feita na Nasimi Beach, que fica na The Palm, a ilha artificial em formato de palmeira.

Eu topei e aqui está o resultado!